31 de mai de 2008

Aprender


Depois de algum tempo, aprende-se a diferença, a subtil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.

E aprende-se que amar, não é apoiar-se, e que companhia, nem sempre significa segurança.

Começamos a aprender, que beijos, não são contratos e presentes não são promessas.

E começamos a aceitar nossas derrotas, com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança... Pensamos .... Refletimos

30 de mai de 2008

Dona de mim


Hoje sinto-me talvez mais dona de mim

Triunfei, não desesperei

Alcancei ventos e tempestades

De sorriso no rosto

Olhar cansado e terno

O pranto deixou meu rosto

O sol me ilumina

Me sinto mais eu

Em busca de outros caminhos

Percorro a rua colorida

Vejo rostos cansados

Rostos tristes e desesperados

Dou-lhes uma palavra de esperança

Digo-lhes que também já sofri

Já lutei e já perdi

Mas também já lutei e venci

28 de mai de 2008

Não


Vou falar um tema muito delicado que me toca profundamente e pelo qual tenho um enorme respeito.A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR.
Sou uma mulher com 42 anos mãe de três filhos que eu adoro,que não teve medo nem vergonha de denunciar, participar às autoridades competentes, pedir ajuda, tive a coragem de falar de dizer chega, a um ser desprezível sem escrúpulos, que descarregava suas frustrações, desilusões, sobre aqueles que devia proteger e amar. Disse não a uma vida de medo, maus tratos. Por isso recomecei uma nova vida com meus filhos.
Falo abertamente do assunto, não deixei que me tornasse amarga ou com rancor, ultrapassei e consegui a estabilidade para mim e meus filhos. Nem penso que as pessoas são todas iguais, deixei o passado no lugar onde pertence.
Agradeço à APAV pelo apoio e carinho, é de louvar o trabalho desta associação.

27 de mai de 2008

Recomeçar


Recomeçar...

Recomeçar exige mais esforço e dedicação, enquanto que desistir não requer nada.

Recomeçar é utilizado para o ser humano capacitar a entender que tudo é possível, que tudo pode mudar...

Recomeçar tem que vir acompanhado da paciência, tolerância, persistência, perdão e de muito amor.

Recomeçar não significa que o passado deixou de ter sua importância, e sim que o agora necessita de melhorias. O passado é uma história vivida, jamais esquecida, portanto, mostra onde, quando e o porquê de recomeçar.

Recomeçar é a certeza de uma reforma íntima e de uma reforma externa, necessita perseverança, afinal, até mesmo para recomeçar precisamos de coragem, o importante é observar, aprender e rever os caminhos tortuosos, e então, recomeçar.

Recomeçar é lembrar tudo que passamos e agradecer por tudo que ainda passaremos, os obstáculos ainda virão, afinal, os obstáculos são diários e, sem isso não poderíamos recomeçar.

Recomeçar é um novo despertar...

Recomeçar é o inicio de um novo ser...

Recomeçar é conquistar o que consideramos como perdido...

26 de mai de 2008

Momentos


Houve momentos na minha vida que

Acordar era “mais um dia”

Comer por “obrigação”

Trabalhar não “ queria ”

Vestir uma “roupa qualquer”

Limpar para quê “vão sujar”

Objectivos não “tinha”

Amigos nem ”um”

Falar só com as “paredes”

Interesses “nenhum”

Sair não tinha “vontade”

Vontade deixou de “existir”

Sonhar era tudo "ilusão"

Viver só por “viver”

Mas estou viva

Com vontade de tudo

De acordar, comer, vestir

Sair, limpar, trabalhar

Falar com amigos, sonhar

Tantos objectivos por realizar

Tantos sonhos para concretizar

Viver porque eu existo

24 de mai de 2008

Perdida



Procuro e não me encontro

No azul do mar na imensidão do céu

Na luz do sol, na lua, nas estrelas

Sinto-me no meio de um deserto

De dia um sol abrasador, queimando

Sufocando, secando meu rosto

À noite o vento gelado e frio

Congelando meu corpo

Sem orientação do norte ou sul

Completamente perdida

Procuro e não me encontro

23 de mai de 2008

Menina


Menina rebelde

De cabelo ao vento, sorriso maroto

Correndo, pulando, brincando

Onde tudo era inocente

Com tantas esperanças

De sonhos cor-de-rosa

Cresceu e perdeu a inocência

Vieram as decepções, preocupações

Frustrações, sofrimento

Agora só resta a saudade

Daquela “menina rebelde”